Buscar
  • Flávia Furst Coach

Auto Sabotagem - O exemplo de superação no MasterChef

Ao pensarmos em determinada situação, estamos enviando uma ordem ao cérebro, de maneira consciente ou inconsciente. A auto sabotagem acontece quando esta ordem não é passada de maneira clara.

O pensamento é acatado pelo cérebro como uma ordem, e executada como tal, seja essa ordem nossa vontade ou não.


Vamos entender melhor.


A linguagem do cérebro não está preparada para receber a ausência de ordens, por isso os pensamentos negativos são categorizados como uma ordem confusa. Por exemplo imagine que você não está correndo, imagine que você não está dirigindo um carro, conseguiu? Ou ainda, não pense na cor vermelha! Estes são exemplos de ordens confusas que enviamos ao cérebro, pois nós conseguimos nos imaginar preparando para uma corrida, ou entrando no carro, mas como imaginar uma não ação?

Ordem semelhante, é a clássica "Não vou me esquecer!". Dá pra se imaginar não se esquecendo?

A linguagem do cérebro compreende pensamentos como ordens, e por isso devemos moldar os pensamentos de maneira clara, como por exemplo "Eu vou me lembrar". De maneira positiva estamos repassando a mensagem de maneira correta.



E quando isso não acontece? Quais as consequências?


Ontem, 05/06 assistimos um exemplo claro vivido pelo Vitor Hugo, participante do programa MasterChef.

Diante de uma prova desafiadora o participante obteve uma vantagem estratégica ao ser presenteado por uma tarefa de baixa exigência técnica, comparada aos demais participantes, mas ao separar os ingredientes de sua tarefa esquece apenas o ingrediente principal!

Ao perceber a situação Vitor Hugo se demonstrou estressado, de maneira reativa, pediu para abandonar a prova, perguntou se já podia ir embora.

Após ser questionado se realmente deveria sair, e também ouvindo incentivos de seus colegas, começou a pensar em uma nova alternativa para seu prato.

Em alguns instantes colegas deram a sugestão de que ele fizesse sua própria ricota, e, a partir da sugestão o participante saiu da posição de desistente para a posição de destaque na competição.

Mas e agora? O que fazer?


O que fazer diante de tal situação?


Ao identificar qualquer tipo de auto sabotagem o primeiro passo é respirar fundo, desviar o pensamento da situação problema, buscando genuinamente uma alternativa.

O pensamento negativo deve ser substituído por novas visões, novas formas de enxergar a situação, com o objetivo de alterar a ordem enviada ao cérebro. Por isso, questione-se!

Ao mudar o pensamento de "Eu não tenho o que fazer!" para "O que posso fazer?", sinalizamos ao cérebro a abertura de novas oportunidades, dando espaço para a criatividade entrar e trazer uma nova solução.

Portanto comece mudando um pensamento, para ter opções que mudem suas ações

15 visualizações
ENTRE EM
CONTATO!

CLIQUE E FALE COMIGO!

31 9.9737.2009

  • Facebook - Black Circle

Furst Coach | Todos os direitos reservados.